...

A União Europeia vai promover a troca de experiências e negócios entre empresas brasileiras e europeias para aumentar o uso de tecnologias que ajudem a reduzir as emissões de gases de efeito estufa na indústria brasileira.

                                             Foto: © 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal


O projeto Low Carbon Business Action in Brazil (Ação Empresarial de Baixo Carbono no Brasil) está agora a identificar áreas e setores no Brasil que possam aderir a processos e tecnologias de baixa emissão de carbono.

 

Serão realizados três encontros de negócios este ano e, pelo menos, mais três em 2017, com a participação de cerca de 720 pequenas e médias empresas brasileiras e europeias.

 

O primeiro encontro deverá decorrer em agosto, segundo a Agência Brasil.

 

O projeto vai financiar até 80% dos custos logísticos e de viagens de empresas, num investimento de três milhões de euros até 2018.

 

Deverão ser lançados também mecanismos financeiros de apoio para que as empresas possam desenvolver as propostas.

 

Ricardo Esparta, especialista em tecnologias de baixo carbono do projeto, disse à Agência Brasil que este programa permite ajudar a atingir "os objetivos da Convenção do Clima" e apoiar as empresas europeias com interesse económico na área e simultaneamente as brasileiras, fornecendo-lhes tecnologias para a redução das emissões.

 

Segundo o especialista, um dos setores que devem ter destaque nos encontros entre empresários é o de biogás, dado que no Brasil existe potencial para a produção de gás natural, mas faltam tecnologias, como equipamentos para produzir e purificar o produto de maneira mais eficiente.

 

@Lusa

horadoplaneta às 01:26 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos