Xangai já tem o maior metropolitano do mundo

A megacidade de Xangai, na China, passou a ter o maior sistema de metropolitano do mundo, com a inauguração, no início do ano, de duas novas linhas – a linha 12 e 16 –. Com 6,7 milhões de passageiros transportados em 2013, o metro de Xangai prepara-se para subir esta fasquia.

 

 

Com as duas inaugurações, o metro de Xangai passará a contar com um comprimento superior a 500 quilómetros, um número impressionante mas que não ficará por aqui: de acordo com o Menos Um Carro, que cita a BBC, nos próximos anos serão adicionados à rede mais 230 quilómetros, uma extensão superior, por exemplo, ao metro de Paris.

 

Ao contrário dos sistemas de pagamento conhecidos, as tarifas do metro de Xangai são cobradas de acordo com a distância percorrida. A 15 de Setembro de 2005, quando o governo de Xangai decidiu elevar o preço dos bilhetes, as tarifas variavam de 3 yuans (aproximadamente €0,36 – R$1,1) para viagens com menos de 6 km de distância, a 8 yuans (€0,97 – €3,1) para viagens com distâncias com mais de 46 km.

 

Para a maioria das linhas, a tarifa padrão é de 3 yuans (aproximadamente €0,36 – €1,1) para viagens com distâncias superiores a 6 km, acrescendo 1 yuan (€0,12 – €0,3 )  para cada 10 km adicional percorrido. Em Abril de 2008, a tarifa mais elevada era de 9 yuans (cerca de €1 – €3,2).

 

Enquanto Xangai atinge esta semana 567 quilómetros de trilhos em operações, Londres tem 400 quilómetros e Nova Iorque 337 quilómetros. Já o metro de São Paulo, a maior rede do Brasil, tem 74 quilómetros e o metro de Lisboa tem 45,5 quilómetros.

 

Sapo TL com Green Savers PT

horadoplaneta às 16:00 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos