Sexta-feira, 13.11.15

Astronauta sei lori akordu hosi simeira Paris ba Espasu

Astronauta Thomas Pesquet sei lori ba espasu, iha tinan oinmai, testu hosi eventuál akordu kona-bá alterasaun klimátiku nebe sei sai hosi simeira Paris nian, iha fulan-Dezembru, hatete hosi sekretáriu Estadu fransés ba investigasaun.


Thomas Pesquet. Foto © Sergei Remezov

 

"Ami hein katak sira bele fó mai ami testu hosi rezolusaun finál", afirma hosi Thierry Mandon, iha konferénsia imprensa ida iha Paris, hodi hatudu esperansa relasionadu ho konkista ba akordu ida, maski "laiha serteza" iha konversasaun sira.

 

Simeira hosi Klima ONU nian (COP21), sei hala'o iha loron 30 Novembru to'o 11 Dezembru, sei halibur xefe Estadu no Governu atus resin no nia objetivu maka konsege akordu internasionál ida kona-bá hamenus emisaun gás sira ho efeitu estufa nian, nebe hanesan responsável ba akesimentu globál no ba konsekuénsia katastrófiku sira liuliu iha aumentu ba nível tasi nian.

 

Iha Paris sei marka prezensa hosi líder sira hosi emisór prinsipál sira hosi gás ho efeitu estufa hanesan Estadus Unidus, Xina, Índia, Brazil no Rúsia, maibé mós hosi nasaun sira nebe fraku sira hasoru efeitu sira hosi alterasaun klimátiku hanesan Bangladexe ka Níjer.

 

Bainhira líder mundiál sira konkorda no asina akordu ida, Prezidente fransés, Francois Hollande, sei entrega rasik dokumentu ne'e ba astronauta antes nia hahú viajen, hatete hosi Mandon.

 

Ba Thomas Pesquet, astronauta ida hosi Ajénsia Espasiál Europeiu nian, nia sei husu mós atu lori bandeira ki'ik ida Fransa nian iha nia viajen ba Estasaun Espasiál Internasionál, iha fulan-Novembru 2016.

 

"Ambiente hanesan buat ida nebe besik nafatin iha ha'u nia fuan. Bainhira sira fila hosi Espasu, astronauta sira mai oin-seluk tanba haree Rai nia frakeza", hatete hosi fransés ho tinan 37.

 

Lusa/SIC Notícias

horadoplaneta às 15:23 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Astronauta vai levar acordo da cimeira de Paris para o Espaço

O astronauta Thomas Pesquet vai transportar para o espaço, no próximo ano, o texto do eventual acordo sobre as alterações climáticas que saia da cimeira de Paris, em dezembro, disse o secretário de Estado francês para a investigação.


Thomas Pesquet. Foto © Sergei Remezov

 

"Nós esperamos realmente ser capazes de vos dar o texto da resolução final", afirmou Thierry Mandon, numa conferência de imprensa em Paris, mostrando ter ainda esperança relativamente à conquista de um acordo, apesar da "muita incerteza" em torno das conversações.

 

A 21.ª Cimeira do Clima da ONU (COP21), que vai decorrer de 30 de novembro a 11 de dezembro, vai fazer juntar mais de uma centena e meia de chefes de Estado e de Governo e tem como objetivo conseguir um acordo internacional sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento global e pelas suas consequências catastróficas, nomeadamente o aumento do nível do mar.

 

Em Paris vão estar os líderes dos principais emissores de gases de efeito de estufa como Estados Unidos, China, Índia, Brasil ou Rússia, mas também dos países mais vulneráveis aos efeitos das alterações climáticas como Bangladesh ou o Níger.

 

Se os líderes mundiais acordarem e assinarem um acordo, o Presidente francês, Francois Hollande, vai pessoalmente entregar o documento ao astronauta antes de ele partir, disse Mandon.

 

A Thomas Pesquet, um astronauta da Agência Espacial Europeia, pedir-se-á também que leve uma pequena bandeira da França na sua viagem rumo à Estação Espacial Internacional, em novembro de 2016.

 

"O ambiente é algo que sempre esteve próximo do meu coração. Quando regressam do Espaço, os astronautas veem sempre um pouco diferentes porque viram a fragilidade da Terra", realçou o francês, de 37 anos.

 

Lusa/SIC Notícias

horadoplaneta às 14:29 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

pesquisar

 

Novembro 2015

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
21
22
23
26
28
29

posts recentes

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO