Segunda-feira, 09.05.16

Mercúrio passa hoje diante do Sol, fenómeno pode ser observado se o tempo deixar

Mercúrio vai passar hoje diante do Sol, um fenómeno raro que só volta a acontecer em 2019, e que, esta tarde, pode ser observado em Portugal, através de telescópios com filtros solares, se o estado do tempo ajudar.


 

O trânsito de Mercúrio, o planeta do Sistema Solar mais próximo do 'astro-rei', durará mais de sete horas: começa pelas 12:12 (hora de Lisboa), atinge o ponto máximo às 15:56 e termina pelas 19:41, de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa.

 

O planeta, que, aos olhos de quem o observa, surgirá como um pequeno círculo escuro, move-se lentamente ao atravessar o disco solar. À deslocação dá-se o nome de 'trânsito', porque Mercúrio passa entre o Sol e a Terra.

 

O fenómeno ocorre, na sua plenitude, na Europa Ocidental, no leste da América do Norte, no norte da América do Sul, no Ártico, na Gronelândia, no extremo noroeste de África e no Oceano Atlântico.

 

Em Lisboa e no Porto, se a meteorologia o permitir, já que estão previstos aguaceiros, pode ser observado, através de telescópios devidamente protegidos, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, no Planetário Calouste Gulbenkian e no Planetário do Porto.

 

O Centro Ciência Viva de Constância também organiza uma sessão de observação.

 

Para que o trânsito de Mercúrio suceda, o planeta, além de estar entre o Sol e a Terra, tem de cruzar o plano orbital da Terra, o chamado plano da elíptica, segundo o astrofísico Pedro Machado.

 

O investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço explicou à Lusa que a raridade do fenómeno se deve ao facto de ocorrer 13 vezes por século, em maio ou em novembro, em intervalos de tempo que podem ser de três anos e meio, sete anos, nove anos e meio, dez anos ou 13 anos.

 

Hoje, como em todos os trânsitos de maio, Mercúrio parece ser 150 vezes mais pequeno do que o Sol. No caso dos de novembro, o tamanho do planeta parece ser 200 vezes menor do que o Sol.

 

As variações no tamanho aparente de Mercúrio devem-se "à grande excentricidade [alongamento da elipse] da órbita" do planeta, esclareceu Pedro Machado.

 

O próximo trânsito de Mercúrio será a 11 de novembro de 2019.

 

À semelhança de Mercúrio, também Vénus pode passar entre a Terra e o Sol, o que acontece duas vezes em cada cem anos.

 

@Lusa

horadoplaneta às 07:56 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Merkúriu ohin mosu hamutuk ho loron, fenómenu ne’ebé bele observa karik tempu permite

Merkúriu iha ohin sei mosu hamutuk ho loron, fenómenu ne’ebé dala ruma  sei akontese fila fali iha 2019, ne’ebé maka, lorokraik ne’e, bele observa iha Portugal, liuhosi  teleskópius ho filtru  solar, karik kondisaun  tempu ajuda.


 

Tránzitu iha Merkúriu, planeta Sistema Solar nian besik liu iha 'astro-rei', lori oras hitu liu: hahú hosi  12:12 (oras Lisboa), atinje nia pontu máximu iha 15:56 no termina iha 19:41, tuir Observatóriu Astronómiku  iha Lisboa.

 

Planeta, ba ema sira ne’ebé observa ho matan, mosu hanesan sírkulu metan ida ne’ebé  kiik, muda-an neneik liuhosi disku solar. Deslokasaun ida ne’e hanaran 'tránzitu', tamba Merkúriu passa entre loron no Rai.

 

Fenómenu ne’e akontese , iha nia plenitude, iha  Europa Osidentál, leste Amérika do Norte, iha norte América do Sul, iha Ártiku, iha Gronelándia, iha extremu noroeste Áfrika no Oseanu Atlántiku.

 

Iha Lisboa no iha Porto, karik meteorolojia permite, prepara tiha ona aguaseiru, ne’ebé bele observasaun, liuhosi teleskópiu protejidu,  Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, iha  Planetáriu Calouste Gulbenkian nomós iha Planetáriu Porto nian.

 

Iha  Centro Ciência Viva de Constância moos organiza sesaun observasaun.

 

Atu  tránzitu iha Merkúriu tuir, planeta, aléinde iha entre Loron no Rai, tenki kruza planu orbitál hosi Rai, ne’ebé ho naran planu elíptika, tuir  astrofíziku Pedro Machado.

 

Investigadór hosi Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço haktuir ba Lusa katak dala fuma fenómenu ne’e akontese dala 13 kada sékulu, iha maiu ka iha novembru, ne’ebé bele moos lori tempu to’o tinan tolu ho balun, tinan hitu, tinan sia liu, tinan sanulu ka 13.

 

Ohin, hanesan tránzitu hotu ne’ebé akontese iha  maiu, Merkúriu dalaruma kiik liu 150 kompara ho Loron. Iha  novembru, tamañu planeta parese kiik liu dala 200 kompara ho Loron.

 

Variasaun iha  nia tamañu akontese liu ba Merkúriu bele " esentrisidade boot [alongamentu elipse nian] iha órbita" hosi planeta, haktuir  Pedro Machado.

Tránzitu Merkúriu tuir mai sei iha 11 novembru 2019.

 

Hanesan  Merkúriu, Vénus moos bele liu entre Rai no Loron, ne’ebé  akontese dala rua iha tinan atus ida nia-laran.

 

SAPO TL ho Lusa

horadoplaneta às 07:51 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

pesquisar

 

Maio 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
19
20
21
23
24
26
28
29

posts recentes

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO