Os peixes também têm sentimentos

Os peixes são o animal de estimação mais comum e, actualmente, são mais procurados como alimento do que a carne. Durante anos argumentou-se – nomeadamente a comunidade científica – que os peixes não sentiam a dor da mesma maneira que os mamíferos, pois não possuíam estruturas físicas para tal.




Contudo, um novo estudo vem desmentir esta teoria. A investigação, conduzida por Culum Brown da Universidade de Macquarie em Sidney, concluiu que os peixes não só sentem dor da mesma maneira que os mamíferos como também são capazes de interacções sociais relativamente complexas.

“Uma revisão das evidências para a percepção da dor indica fortemente que os peixes experienciam a dor de uma forma semelhante ao resto dos vertebrados”, refere o estudo, citado pelo Dodo. “Se examinarmos os receptores de dor dos peixes encontra-se semelhanças marcantes com os mesmos receptores nos humanos Os receptores de dor em todos os vertebrados derivam de um antecessor comum aos peixes”, acrescenta o estudo.

A revisão científica também cita estudos que revelam capacidade cognitivas complexas nos peixes: desde memórias de longo-prazo, tradições enraizadas, cooperação com outros animais e o uso de ferramentas. Os peixes conseguem reconhecer outros animais da mesma espécie e alguns investigadores defendem que os peixes se conseguem reconhecer a si próprios.

com Green Savers


horadoplaneta às 14:59 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos