Um terço das florestas do Bornéu desapareceu em apenas 40 anos

O facto de as florestas tropicais mundiais estarem a desaparecer a um ritmo acelerado é motivo para grandes preocupações, mas a taxa de destruição das florestas do Bornéu é particularmente chocante.



As florestas desta ilha estão a desaparecer duas vezes mais rápido que as manchas verdes de outras áreas. Nas últimas quatro décadas, quase um terço das florestas do Bornéu foi completamente destruído. Desde 1970, que as florestas nativas da ilha têm sido dizimadas pelo fogo, abate para a indústria madeireira e pela limpeza florestal, refere o Inhabitat.

Contudo, a falta de documentação torna difícil aos investigadores perceberem a real extensão da área abatida. Como tal, os cálculos actuais foram feitos com base em imagens satélite e a extensão de floresta abatida pode ser bem maior do que se pensa.

As imagens do satélite LANDSAT revelam que cerca de 30% das florestas foram dizimadas desde 1973 e mais de 274.000 quilómetros de estradas para o transporte de madeira foram construídas ao longo do mesmo período. Muitas destas estradas encontram-se em regiões elevadas e remotas, que eram intocáveis anteriormente.

com Green Savers

horadoplaneta às 17:57 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos