Havai quer retirar sem-abrigo das zonas turísticas

A autarquia de Honolulu, capital do estado norte-americano do Havai, aprovou recentemente uma medida que permite que as autoridades policiais retirem os sem-abrigo das zonas turísticas.

 


Entre as várias medidas aprovadas, e que se destinam a camuflar os sem-abrigo, está a proibição de qualquer pessoa se sentar ou deitar nos passeios em Waikiki, um famoso destino de surf. O município pretende também mover a maioria dos 4.700 sem-abrigo de Oahu para um campo temporário numa ilha remota industrial distante dos resorts turísticos.

As medidas foram aprovadas para responder às constantes pressões da indústria hoteleira e turística, que indicam que os turistas se queixam frequentemente da falta de segurança e do lixo produzido pelos sem-abrigo.

As novas imposições levantaram já vozes críticas que acusam o governo local de transformar os sem-abrigo em criminosos. “Estamos a ajudar o público a encarar os sem-abrigo como pessoas sem rosto, até mesmo não humanos, mas sim objectos descartáveis”, afirma um dos deputados da assembleia local, Breene Harimoto, que votou contra as novas imposições cita o Inhabitat.

A Associated Press dá conta que a autarquia da cidade pretende criar habitações permanentes para os sem-abrigo, mas o projecto apenas estará concluído dentro e um ano.

com Green Savers

horadoplaneta às 15:27 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos