Os 10 lugares mais poluídos do mundo

O relatório "Meio Ambiente Tóxico", da fundação suíça Green Cross, indica que 200 milhões de pessoas lidam diariamente com a poluição ambiental que tem originado graves problemas de saúde.



Cerca de 200 milhões de pessoas são diretamente confrontadas diariamente com a poluição do meio ambiente. Solo contaminado por metais pesados, lixo químico no ar, resíduos eletrónicos tóxicos... São alguns exemplos citados pelo relatório da Fundação Green Cross.

 

 

Aproximadamente 500 toneladas de resíduos tóxicos de cobre e de níquel, além de 2 milhões de toneladas de enxofre, são libertados na cidade industrial russa de Norilsk por ano.

 

 


O Delta do rio Níger é uma área de alta densidade populacional, concentrando 8% de toda a população da Nigéria. O curso está totalmente poluído por petróleo e hidrocarbonetos, que contaminam o solo e os lençóis freáticos. Em média, o equivalente a 240 mil barris de petróleo atingem o Delta por ano por conta dos acidentes ambientais ou roubo da matéria-prima.

 

 

Cerca de 5 mil fábricas despejam os esgotos nas águas do rio Matanza-Riachulo, na Argentina. O rio contém grandes quantidades de zinco, chumbo, cobre, níquel, além de outros metais pesados. A população local sofre, sobretudo, de problemas intestinais.

 

 

Para obter o metal precioso, muitos mineiros usam mercúrio, libertando mais de mil toneladas de material tóxico no meio ambiente todo o ano, poluindo os lençóis freáticos. A substância é altamente cancerígena.

 

 

Em Kabwe, a segunda maior cidade da Zâmbia, muitas crianças sofrem com elevados níveis de chumbo no sangue.

 

 

Hazaribagh tem mais curtumes do que qualquer outra cidade no Bangladesh. A maioria acaba por despejar cerca de 22 mil litros de resíduos tóxicos por dia no rio Buriganga, principal fonte de água de Dhaka. Muitos moradores sofrem de doenças de pele e das vias respiratórias.

 

 

Pilhas de televisões, telemóveis e máquinas compõem o cenário do segundo maior depósito de lixo da África Ocidental, que fica em Agbogbloshie, na cidade de Acra, no Gana. O relatório classificou o local como um dos mais poluídos do planeta. A incineração de fios metálicos a fim de recuperar o cobre torna o lixo ainda mais perigoso.

 

 

Dzerzhinsk é um dos centros industriais químicos mais importantes do mundo. Entre 1930 e 1998, cerca de 300 mil toneladas de lixo químico não foram devidamente depositadas e essas substâncias acabaram por poluir o lençol freático e a atmosfera. A esperaça média de vida na região é de 47 anos entre as mulheres e 42 entre os homens.

 

 

As águas do rio Citarum, na Indonésia, são mil vezes mais poluídas que a água potável normal. Contêm grandes quantidades de alumínio e ferro. Cerca de 2 mil fábricas usam o rio como depósito de lixo.

 

 

Até hoje Chernobil é lembrada como o local do maior acidente nuclear da história. No dia 25 de abril de 1986, um incêndio e o derretimento nuclear produziram uma nuvem de radioatividade nunca antes vistos. Os casos de cancro - especialmente leucemia - surgiram em catadupa.

horadoplaneta às 16:10 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos