Chinelos descartados na praia tornam-se brinquedos no Quénia (com Fotos)

Julie Church é especialista em conservação da natureza e a cara por trás da Ocean Sole, uma ONG que retira todo o tipo de lixo das praias – sobretudo chinelos de borracha. Depois, Church pega neste lixo e transforma-os em brinquedos, bijuterias e objectos de decoração.




 

O projecto está a ser desenvolvido no Quénia e está também ligado à inclusão social e emprego. É que a transformação de lixo em objectos do dia-a-dia é assegurada por um grupo de mulheres e homens quenianos, que assim ajudam o ambiente e ganha algum dinheiro.

 

Para além de brinquedos, há artesãos que já fazem esculturas gigantes com estes resíduos, vendendo-as a turistas de todo o mundo com a marca da Ocean Sole. Na verdade, este grupo de cidadãos trabalha cerca de 400 toneladas de borracha por ano das praias, tendo a iniciativa reconstruíndo a vida da parte da comunidade costeira do país africano.

 

Segundo o Meu Planetinha, o grupo terá já 100 pessoas, sendo que muitas delas passavam fome antes deste emprego. É o caso de Maureen Atineo e Eric Mwandola. Este último confessou que não tinha dinheiro para comprar sapatos, mas hoje tem comida, roupa e consegue colocar os seus filhos na escola.

 

Leia o artigo original e saiba mais sobre a ONG Ocean Sole. E que tal pegar nesta ideia e fazer algo pela sua comunidade?

 

 

 

Sapo TL e Green Savers

horadoplaneta às 14:02 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos