Camboja: descoberta cidade medieval com 1.200 anos (com Fotos)

Foram necessários anos de investigação arqueológica para se chegar, por fim, à descoberta de Mahendraparvata – uma cidade medieval próspera na montanha de Phnom Kulen, 350 anos antes da construção do famoso complexo de templos Angkor Wat, no noroeste do Camboja.

 

 

O arqueólogo Damian Evans seguiu pela densa selva cambojana em direcção a uma clareira onde os aldeões da montanha há muito tentavam cultivar arroz e pisou um monte coberto de algas. Tratava-se de um templo desmoronado que fazia parte da movimentada civilização que existiu há 1.200 anos.

 

Durante as horas seguintes, Evans e a equipa andaram através da selva repleta de minas, atravessando rios e pântanos, até descobrirem as ruínas de outros cinco templos anteriormente não contabilizados e evidências de antigos canais, diques e estradas. As descobertas confirmavam os dados avançados pela tecnologia aérea a laser Lidar.

 

Há muito que os cientistas não conseguiam desvendar a real dimensão de Mahendraparvata, devido à densa floresta que a encobre. O momento eureka só foi possível graças aos dados fornecidos pela tecnologia.

 

Usando coordenadas GPS, os arqueólogos movimentaram-se directamente para os locais dos antigos templos. Nenhum habitante da região alguma vez tinha imaginado que houvesse tesouros enterrados ou escondidos na floresta.

 

A equipa encontrou templos provavelmente saqueados há séculos, outros totalmente intactos e ainda uma caverna com esculturas historicamente significativas usada por eremitas do período Angkoriano.

 

Em Phnom Kulen, os dados Lidar revelaram centenas de montes misteriosos com vários metros de altura em toda a cidade – na maior parte, enterrada. Durante séculos, a montanha existiu como lugar sagrado, onde dezenas de milhares de peregrinos se dirigem anualmente para ritos espirituais.

 

 

As descobertas são surpreendentes. O trabalho arqueológico está agora a ser feito de forma restrita, devido às minas que foram colocadas indiscriminadamente pela montanha durante a guerra civil.

 

Sapo TL e Green Savers

horadoplaneta às 11:37 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos