Qatar reúne tecnologia para produzir água potável, comida e energia no deserto

Chama-se Sahara Forest Project e é a mais recente estratégia do Qatar para produzir comida, água potável e energia limpa nos seus desertos, utilizando a água do mar. O ambicioso projecto junta diversos sistemas e tecnologias para que subprodutos de um processo sejam usados como alimentação para outros.

 

 

Neste processo, a água do mar e o sol serão fundamentais. Bombeada do Golfo Pérsico, a água do mar é o elemento visual do sistema. É usada para arrefecer e humidificar as estufas e para produzir lagas usadas no fabrico de biocombustíveis.

 

Parte desta, na verdade, será transformada em água doce, com a utilização de um sistema de dessalinização movido a energia solar.

 

 

As estufas são alimentadas com CO2 de uma fábrica de fertilizantes próxima, o que ajuda a reduzir as emissões e fornece um ambiente no qual as plantas podem crescer.

 

Segundo o The Word, o projecto está a ser trabalhado pelo arquitecto Michael Pawlyn e pelo engenheiro Bill Watts, que tentam recriar e imitar os ecossistemas naturais, onde o subproduto de um componente é o alimento de outro. O ecologista norueguês Joakim Hauge lidera o projecto.

 

horadoplaneta às 15:01 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos