Segunda-feira, 24.10.16

Konsentrasaun hosi dióksidu karbonu (CO2) iha atmosfera to'o rekord foun - ONU

Konsentrasaun hosi dióksidu karbonu (CO2) iha atmosfera to'o ona rekord ba parte 400 parte tuir millaun ida (ppm) iha tinan 2015, marka istóriku ida ba saúde planeta nian, alerta hosi ONU iha loron-segunda ne'e. 

 

Foto@ Bernd Settnik / EPA

 

Gás sira ho efeitu estufa ultrapasa ona limiti hosi 400 ppm iha fulan balun nia laran, iha fatin espesífiku sira, maibé nunka iha baze anual global, hatete hosi Organizasaun Meteorolójiku Mundial (OMM), ajénsia hosi ONU nian.

 

Iha boletin ikus kona-ba gás sira ho efeitu estufa, OMM rejista mós "aumentu ida ba rekord foun sira" iha tinan ne'e hosi taxa sira konsentrasaun CO2 nian, kalkula katak ba média anual sei mantén aas hosi 400 ppm "ba jerasaun barak nia laran".

 

Aumentu hosi konsentrasaun CO2 nian akontese balun tanba "El Niño" maka'as, fenómenu meteorolójiku ne'ebé rejista iha tinan haat ka tinan lima nia laran ho efeitu manas ida ne'ebé jeneralizadu.

 

"El Niño" hamosu ona "rai-maran iha rejiaun tropikal sira no hamenus kapasidade hosi aborsaun hosi CO2 iha ai-laran sira, vejetasaun no iha oseanu sira", haktuir hosi OMM. Petteri Taalas, responsável hosi ajénsia, ho sede iha Jenebra, hatete ona katak maski fenómenu hahú diminui maibé "alterasaun klimátiku sira la'e".

 

Taalas felisita ona akordu ne'ebé hetan iha Kigali iha inísiu fulan ne'e nian, ne'ebé hanoin ba eliminasaun tuir faze hosi hidrofluorokarbonetu sira (HFC), kategoria ida hosi gás sira ne'ebé iha efeitu estufa aas tebes, uza liuliu iha jeleira sira no aparellu sira ár kondisionadu sira.

Responsável hosi OMM hatete ona katak lahó asaun ida hanesan hodi halakon emisaun sira hosi CO2 nian, mundu sei falla nafatin ba objetivu sira ne'ebé defini iha akordu istóriku hosi Paris kona-ba diminuisaun hosi emisaun gás sira ne'ebé iha efeitu estufa.

Boletin anual hosi OMM kona-ba gás sira ho efeitu estufa analiza konsentrasaun hosi gás sira iha atmosfera no la'ós emisaun sira.

Aleinde CO2, relatóriu ne'e haree taxa sira konsentrasaun metanu nian, óksidu nitrozu nian no gás sira seluk ho impaktu maka'as iha alterasaun klimátiku sira.

ho Lusa

horadoplaneta às 23:02 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atinge novo recorde - ONU

A concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera atingiu o recorde de 400 partes por milhão (ppm) em 2015, um marco sinistro para a saúde do planeta, alertou hoje a ONU. 

 

Foto@ Bernd Settnik / EPA

 

Os gases com efeito de estufa tinham já ultrapassado o limiar de 400 ppm em alguns meses, em locais específicos, mas nunca numa base anual global, indicou a Organização Meteorológica Mundial (OMM), agência das Nações Unidas.

 

No último boletim sobre gases com efeito de estufa, a OMM também registou um "aumento para novos recordes" este ano das taxas de concentração de CO2, prevendo que a média anual se mantenha acima dos 400 ppm "por muitas gerações".

 

O aumento da concentração de CO2 deve-se em parte a um forte "El Niño", fenómeno meteorológico que se regista a cada quatro ou cinco anos com um efeito de aquecimento generalizado.

 

O "El Niño" deu origem a "secas nas regiões tropicais e reduziu a capacidade de absorção do CO2 de florestas, vegetação e oceanos", de acordo com a OMM.

Petteri Taalas, responsável da agência, com sede em Genebra, advertiu que apesar de o fenómeno ter diminuído "as alterações climáticas não".

 

Taalas aplaudiu o acordo conseguido em Kigali no início deste mês, que visa a eliminação faseada dos hidrofluorocarbonetos (HFC), uma categoria de gases com efeito de estufa muito acentuado, mas altamente usada em frigoríficos e aparelhos de ar condicionado.

 

O responsável da OMM advertiu que sem uma ação semelhante para eliminar as emissões de CO2, o mundo vai continuar a falhar os objetivos definidos no acordo histórico de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa.

 

O boletim anual da OMM sobre gases com efeito de estufa analisa a concentração de gases na atmosfera, em vez das emissões.

 

Além do CO2, este relatório monitoriza as taxas de concentração de metano, óxido nitroso e vários outros gases com grande impacto nas alterações climáticas.

 

com Lusa

horadoplaneta às 16:16 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

pesquisar

 

Agosto 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

posts recentes

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO